quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Evando, esse sabe!

foto: Flávio Neves
Primeiramente pedimos desculpas aos quase 300 Avaianos que visitaram o blog ontem e não encontraram nenhuma postagem nova falando do último jogo.

Queremos dar os parabéns aos Avaianos que não pararam de cantar e apoiar o nosso time no jogo de terça. As torcidas deram um show a parte. A nossa, é claro, um espetáculo muito maior.
Parabéns aos torcedores que deram um jeito de sair mais cedo da aula ou do trabalho, chegaram cedo, fizeram o aquecimento ali na Toca, enfim, empenharam o seu dia em prol do jogo do Avaí Futebol Clube. Todos esse empenho foi recompensado com aquele baita golaço do ídolo Evando!
Quem sabe o pessoal que foi no jogo contra o Corinthians e não costuma ir freqüentemente aos jogos, acompanhasse o Leão na Ressacada nos próximos jogos? Seria uma boa.

Palavras do nosso atacante ao ouvir a memorável narração de Salles Júnior:
— Emocionante — foi a primeira palavra que o jogador expressou após ouvir os gritos do narrador.

Com lágrimas nos olhos, Evando conversou com a reportagem da Hora no sofá da recepção do hotel onde está morando em Florianópolis. Há três semanas na cidade, aguarda a chegada da esposa e dos dois filhos que moram no interior de Minas Gerais. É a terceira vez que atua no Avaí e todas as vezes que volta, garante um gol mágico para surpreender a torcida.

— Nas outras duas vezes eu também fiz um gol diferente. Terça-feira foi um especial pelo merecimento da equipe. Foi um presente de Deus pelo trabalho implantado por todos do time. Dessa vez vim para ficar — promete.

— Vi o cruzamento do Michel vindo perfeito. Joguei as pernas para o ar e ouvi alguém gritando "domina". Percebi que bola se encaixou no pé. Olhei para o gol e vi a bola entrando e balançando a rede. Coloquei as mãos na cabeça e disse "não acredito". Ofereci na frente da câmara o gol para a minha esposa e filhos.
Compartilhei a alegria com os colegas. Quando tudo parecia mais calmo, lembrei da Cristiane da Seleção Brasileira.

Agora tempos uma santa: A Nossa Senhora da Ressacada

— Não foram só os passes, dribles e gols que me inspiraram a gritar no gol de Evando. O calor da torcida e o bom futebol mostrado pelos jogadores mereceram a narração calorosa — explica o narrador Salles Júnior.

O agradecimento a Nossa Senhora da Ressacada, uma santa que não existe mas que foi inventada por Salles no momento do gol, serviu como desabafo.

— Ninguém acreditava e todos mereciam, principalmente Evando. Por isso, agradeci à ela em homenagem a Nossa Senhora, por estar abençoando o espetáculo.

Trechos em itálico: Trechos da reportagem de Alessandra Toniazzo.


Nosso mais novo companheiro na rede AvaíNet é o NOBRE AZURRA - seria um primo do Elite Azul e Branca?
Clique AQUI ou vá em nossa lista de favoritos e confira o blog. Deixamos aqui os nossos parabéns! E sucesso na continuidade do blog!

Saudações Avaianas!

Um comentário:

seucunha disse...

Obrigado ai primos, valeu pela força.
Aspero sempre poder colaborar com as coisas do nosso Avai.
Forte abraço