quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Desrespeito cívico

Voltando agora pouco do centro, com o vento sul a todo vapor, olhei para as bandeiras no Lago da Bandeiras na entrada/saída da ilha e me lembrei imediatamente de uma postagem do blog De Olho na Capital, por Cesar Valente. Confira:

Bandeira que está hasteada:
Bandeira correta:
Outra foto da bandeira hasteada:

"TRÊS ANOS DE IGNORÂNCIA CÍVICA

A foto acima foi publicada aqui no blog e na coluna do jornal no dia 24 de dezembro de 2005. Mostrava, como talvez dê pra notar apesar da má qualidade do fotógrafo e da foto, que a bandeira de Santa Catarina, colocada na entrada (ou saída) da cidade, estava errada. O brasão estava desproporcional ao tamanho do resto.

Pois bem, depois dessa data, de tempos em tempos eu voltava ao assunto. Com ou sem foto. A verdade é que não me conformava com o desleixo dos administradores da cidade, que dia após dia hasteavam um testemunho concreto de sua falta de respeito (ou seria conhecimento?) pelo símbolo estadual.

Hoje à tarde tive uma esclarecedora conversa com o Álvaro, funcionário da prefeitura, ligado ao gabinete do prefeito, a quem cabe a responsabilidade de colocar as bandeiras ali naqueles mastros. A explicação para o uso das bandeiras erradas não poderia ser mais simplória: “tinha um monte de bandeira assim e aí o jeito foi ir usando até acabar. Agora só faltam mais dois jogos.”

Perguntei quem tinha comprado as bandeiras e aceitado a entrega de um produto fora das especificações. E, não sei por que, a resposta não me surpreendeu: “foram compradas na administração anterior”.

Claro que o Álvaro não sabia me responder por que a prefeitura, diante do produto defeituoso, não o devolveu, não acionou a Justiça, não pediu o dinheiro de volta. Simplesmente passou a usar a excrescência, como se fossemos todos idiotas. Vai ver que somos mesmo.

Desde 2005 (talvez antes?) os visitantes e os habitantes da capital do estado (!!!) são saudados por uma bandeira errada, feita por alguém que ganhou uma licitação fraudulentamente (claro, o brasão é a peça mais trabalhada e cara na confecção da bandeira, se fizer bem pequeno, barateia o produto, certo?) e adotada por uma administração municipal que não teme expor, na porta de entrada, sua ignorância cívica."

Texto: Cesar Valente

Corretas Saudações Avaianas!

Um comentário:

sticker disse...

It seems my language skills need to be strengthened, because I totally can not read your information, but I think this is a good BLOG
jordan shoes