segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Paranaenses x gaúchos

Como o assunto é futebolístico, nada melhor do que colocar a coisa nos termos adequados (ainda que eu conheça pouco de futebol). Até onde sei a disputa pela transmissão do Campeonato Catarinense é um joguinho de várzea entre paranaenses (a RIC) e gaúchos (a RBS), que está sendo realizado em estádios catarinenses. O árbitro, soube-se hoje, será a 2ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Como no futebol todo mundo é técnico e todos dão palpites, também me sinto no direito de exarar algumas verdades definitivas a respeito da contenda: o jogo começou quando a comissão técnica ainda era composta pelos abastados bispos da Rede Record nacional. Eles é que marcaram o primeiro gol, conseguindo a exclusividade do campeonato. No meio do primeiro tempo, a comissão técnica mudou e assumiram os paranaenses da RIC. Talvez isso nem tenha muita coisa a ver, mas houve de fato essa mudança importante.

Atento aos movimentos do adversário os gaúchos, que não dormem de touca e nem nasceram ontem, tentaram uma jogada arriscada, com a complacência do dono do estádio. Em determinado momento a luz apagou e, quando os refletores foram novamente acesos, o placar eletrônico marcava um a zero para os gaúchos. O banco dos paranaenses levantou gritando que tinham sido roubados e essas coisas que se grita sempre que passam a mão na nossa bunda e/ou batem a nossa carteira.

Resultado: sobrou para o árbitro, que vai ter que decidir, afinal, se o que vale é o que o dono do campo mandou escrever no placar ou o regulamento.

Pronto. Terminei. Agora os leitores e leitoras que entendem de futebol poderão me xingar à vontade, pelas analogias equivocadas e/ou desinformações dessa tentativa canhestra de brincar com uma situação que seria mesmo engraçada, se não envolvesse tanto dinheiro.

Texto: Cesar Valente, dia 02 de fevereiro de 2009

2 comentários:

Sou Avaí disse...

Nesta onda toda de briga de poder, das comunicações, da mídia, etc,,, eu torço mesmo é para o catarinense, que ele consiga uma imprensa de melhor qualidade.....

Saudações Avaianas
Valdez
Blog Sou Avaí

Gabriel Antunes disse...

Quanto mais longe ficar da RBigueirenseS, melhor!!!

Mas o pior está por vir...
Nossa TJSC é pura política e, na Capital, quem manda todos sabemos...

Abs